In the face of an increasingly globalized world and rapidly advancing technological advances, it is natural for society to frequently discuss the role of information and communication technologies (ICTs) in education and their influence on school, of the individual.

The school is constantly called to update and follow the changes of society, which communicates, works and lives immersed in a technological environment.

This discussion is still of concern to educators and the school community. How to use technological tools within the classroom without diverting the student’s attention from the contents that he needs to learn? To what extent can technology help or disrupt the teaching-learning process?

Related image

In order to answer these and other questions it is necessary first to reflect on the teachers’ attitude towards this change of scenery within the classroom.

Most educators, despite already living with technological tools that have the potential to become pedagogical tools, do not know how to use these tools, or are unaware of their potentialities within the school environment.

UNESCO and the Ministry of Education in the publication “Connecting the dots to build teaching and learning of the future” (2017), cite as one of the actions to align the system of professional development of the educator the empowerment of these professionals, so that these can empower students.

This empowerment occurs, among other ways, through encouragement and support for teachers to seek new roles in the school environment as facilitators of learning through new pedagogical techniques.

These techniques need to identify, support and use the new sources through which students acquire information and knowledge, that is, through technology and social media (BRAZIL, 2017).

Image result for escola na era digital

This encouragement and support must come from both the public authorities and the school itself and its managers, who must make sure that students and teachers are provided with the necessary infrastructure for technological development, by means of appropriate appliances and technical environment.

The school needs to keep abreast of technological advances and new possibilities for acquiring knowledge and information. Through the internet, children and adolescents are gaining access to distinct and unfamiliar cultures, and educators need to take advantage of these experiences to create a more diverse and collaborative school environment.

It is necessary, therefore, to give up the resistance that many have in relation to these changes and to see technology as an ally rather than an enemy of learning.

A survey of Internet use by children and adolescents in Brazil, conducted by the Internet Management Committee (CGI), revealed that by 2015, 80% of young users used the internet to do school research. This survey also revealed that mobile devices are the most used for this access, with 85% of young people using them.

It is interesting to note, however, that few teachers use this tool as an aid in their pedagogical work. Another study, also carried out by the CGI in the same year, points out that only 39% of teachers said they had already used mobile devices with access to the network for activities within the classroom.

In order for the network to become an ally, it is not enough to free its access within the school environment. Students and teachers need to know how to use it critically and creatively.

Image result for escola na era digital

With this in mind, the MEC and UNESCO also suggested as support for the construction of future education the support for the continuous learning of teachers, so that they can serve as an example to the students.

Taking into account the rapidly changing changes in society, teachers need to be able to develop in an integrated way, through collaborative networks of teachers, examples of good teaching practices and projects that improve pedagogical practices, developed jointly with the school community (BRAZIL, 2017).

These actions need to consider the technological tools as part of the school routine, giving them space in the teaching-learning process of the students.

It is necessary that school and teachers learn from the students: from the moment they begin to observe and learn about how children and adolescents are communicating, what difficulties and advances they are having in the use of new technologies, can develop forms of planning classes and content according to the needs of their students, finding more effective ways to stimulate the search for knowledge.

Teacher training should therefore stimulate sharing, collaboration, reflection and critical analysis of the use of educational technologies, so that educators can, in fact, create stimulating and meaningful learning environments for students.

Image result for escola na era digital

It is clear that the use of information and communication technologies facilitate the student’s interest in the content taught. Children and adolescents have the facility and natural abilities to manipulate these technologies and they are present in all spheres of their daily life, as in the family and social environment.

Why not use them also in the school environment?

It is necessary to take advantage of this naturalness with which young people use technology to create environments in which they can interact and collaborate with one another during learning.

The use of technology as a teaching tool has become increasingly fundamental to raising the level of learning in schools.

The Internet, as well as the advances of new technologies, has set new ground for the construction of knowledge, offering more and better tools for the teaching process and making the experiences much more interesting, efficient and personalized. We have never been faced with so many ways of teaching, reading beyond words, understanding beyond images and learning beyond the classroom.

Image result for escola na era digital

Computers, electronic gadgets (such as smartphones and tablets) and the internet are increasingly present in the lives of our children. A survey conducted in 2016 by CETIC shows that 30% of young people currently aged 15 to 17 had their first contact with the Internet more than 12 years ago, while 26% of children aged 9 to 10 years had first access before the age of 6. There is no way to ignore the changes and demands that new technologies present, especially in the educational field. The new generations are there, thirsty for a more active participation in the process of learning.

If we have as educational objectives, according to the Federal Constitution, the Statute of the Child and the Adolescent and the Law of Guidelines and Bases of Brazilian Education: to contribute to the full development of the child as an individual and to prepare it for the exercise of citizenship and its qualification for the labor market, we must understand that updating ourselves to this new reality is far from an option.

Moreover, despite the provisions of the current Law on the Guidelines and Bases of Education, the previous Law, enacted in 1961, already provided that among the objectives of education is “the preparation of the individual and society for the domain of technological resources that allow them to use the possibilities and overcome the difficulties of the environment. ”

Image result for escola na era digital

Not by underestimating their role and significant importance, let us leave for a moment the legal issues reserved for another time and focus our energy on what, in fact, represents the greatest motivator of this process of transformation: how to arouse the desire and pleasure of our children in learning ? How do we direct our children and adolescents to the ethical, safe and responsible use of new technologies and make them their allies in the pedagogical routine?

The Internet, as well as all other technological advances, has come as an important and unimaginable facilitator, not only enhancing the adoption of new methodologies, but, above all, improving the use of existing ones. So why not use technology when useful and necessary? Not surprisingly, although some schools are resistant to digital inclusion, most do not dispense with the internet connection, nor the use of e-mail, social networks and all the technological tools that optimize their administrative process as a whole.

We can say then that the internet and all new technologies have brought significant advances to society, which, if they are properly harmonized with the pedagogical proposal, can represent excellent ways to build knowledge and effective means of preparing young people for a society in which the online and offline worlds are indisputably interconnected. And by talking in connection with the internet, this is an important step for the school that wants to stimulate the good use of technology by its students and extract the best it has to offer, after all, what sense to provide the school with computer equipment if there is no quality pedagogical infrastructure and content?

But, is it really safe to make Internet access available to my students? It’s a matter of time, if you do not do it now, sooner or later you will have to do it. Of course, the use of the internet in the school environment demands both technical and awareness-raising measures. This is an irreversible path to education, and the more prepared the school is for this demand, the lower the risks of digital incidents involving its faculty, students and other staff. After all, you only learn to use technology, using.

The responsibility of the school in this context is unquestionable, especially because it is dealing with children and adolescents, but this can not be an impediment to the digital inclusion of its students. It is necessary to make it clear, either in the Educational Services Provision Agreement signed with the responsible, or in a separate document and this attachment – such as the Internal Regulations or even a Code of Conduct, that the resource made available by the institution should be used to educational purpose, so that if applied in a different way to the agreed upon, there will be, in addition, a contractual noncompliance, whose consequences will be the responsibility of the parents or legal guardian. Pedagogically and already in compliance with all the above rules, adding therein the provisions of Article 26 of the Civil Internet Framework and the Law 13185 on Prevention and Control of Cyberbullying itself, it is recommended that the school signs an agreement or combined with its own students, be it through a practice (writing, awareness campaign, lectures, written statement of commitment itself, and the installation of a pop-up alert for each new access) or even a Term of Conduct or Citizen Digital, making them commit themselves to make the best use of this access / vote of confidence.

These and other measures that will be dealt with below substantially mitigate the risks of accountability of the educational institution, since, as a rule, the owner of the resource responds to its inappropriate use, being able to enter with right of return against the person responsible for any loss caused by inappropriate use, but provided that it can prove who did it – another point of extreme attention and that is not restricted to student users, but to all those who enjoy the resource / access, which includes teachers, service providers, families , visitors and etc. But how do you prove who used the access at any given time? For this reason the technology itself offers alternatives.

Related image

Authentication of any user on school-owned internet access (and any institution that in any way shares access to its wi-fi network) must necessarily be individual, so that it is possible to capture all data of each user and access, which, by determination of Law 12965 (Civil Landmark of the Internet), must be stored for at least 6 (six) months. Another important measure is to have at the disposal of the educational establishment, a professional in charge of the technology front to even manage the accesses. This professional will have a special legal responsibility, which will not admit any acts or omissions that may characterize negligence, recklessness or malpractice, under the terms of article 1016 of the Brazilian Civil Code. It is the IT manager of the institution that will enforce the “agreement” to the rules and purposes of use of each access, whether by student, teacher, service providers or visitors.

This is the professional responsible for seeking ways to make use of technology effectively in the educational field, for finding and suggesting elements and motivational learning solutions, for implementing resources for segregation and individualization of all accesses, for monitoring when necessary, filtering content , collect and preserve logs. Yes, the information society obliges us to constantly reinvent ourselves and, above all, to accept and adapt ourselves to the necessary changes, especially when we occupy the fascinating role of educator.

DEFINIÇÃO DE TECNOLOGIA EDUCACIONAL

A tecnologia educacional é chamada de conjunto de conhecimentos, aplicativos e dispositivos que permitem a aplicação de ferramentas tecnológicas no campo da educação. Em outras palavras: é a solução de problemas educacionais através do uso da tecnologia da informação.

Graças à tecnologia educacional, os professores podem planejar o processo de aprendizagem e otimizar a tarefa de ensino. Isso é possível graças ao uso de recursos técnicos, como computadores (computadores), televisões, etc.

la educación, un sector a desarrollar

Embora ainda haja professores que acreditem que os chamados “métodos tradicionais” ainda sejam válidos e valiosos ao ensinar os alunos, há outros que são a favor do uso da tecnologia educacional. Estes consideram que o uso de computadores, Internet, telefones celulares, tablets ou quadros digitais tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado, por exemplo, traz consigo uma longa lista de vantagens, como as seguintes:
-É uma maneira de a educação se adaptar completamente ao presente, alinhada com a era tecnológica que tivemos que viver.
-Permite que os professores tenham à sua disposição uma longa lista de recursos e ferramentas para apoiar sua explicação sobre o assunto.

  • Dê aos alunos a oportunidade de entender muito melhor o conteúdo da aula, pois tudo é mais visual e interativo.
    -É também uma ótima maneira de as crianças se aprofundarem nos temas e até reforçá-los graças a jogos on-line, pesquisas de tesouros, blogs …

Por todas essas vantagens e muito mais, é porque da própria ONU (Organização das Nações Unidas) é incentivado, apoiado e incentivado não apenas a apostar em novas formas de educação, mas, acima de tudo, a integrar perfeitamente a tecnologia no campo educacional.

tecnología educativa

A tecnologia educacional não é nova: é aplicada nas escolas e centros educacionais em geral há várias décadas tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Quando um professor projeta um documentário ou usa uma tela para exibir apresentações diante de seus alunos, ele está aproveitando a tecnologia educacional. O método foi aprimorado, no entanto, desde o surgimento da ciência da computação e do mundo digital.

O modo de implementação da tecnologia educacional também mudou ao longo dos anos. Inicialmente, as instituições possuíam laboratório, sala de aula ou gabinete especializado em ciência da computação, com computadores e outros equipamentos tecnológicos. Então os computadores se tornaram portáteis e começaram a ser integrados às salas do dia a dia. Atualmente, a tecnologia educacional chega até às residências dos alunos pela Internet.

Podemos encontrar o uso da tecnologia educacional em diferentes estágios do processo educacional. Suponha que um professor mostre um filme educacional na sala de aula. Depois, dê um DVD a cada aluno com mais informações. O educador finalmente pede aos alunos que façam um trabalho prático sobre o que viram, que devem publicar em um site. Todas essas atividades podem ser desenvolvidas graças à aplicação de tecnologia educacional.

Atualmente, no setor de ensino, existem muitas propostas, oficinas, aulas e fóruns educacionais que giram em torno da tecnologia educacional, como seria o caso do “RELATEC”, que é o “Jornal Latino-Americano de Tecnologia Educacional”.

Image result for la tecnologia en la educación

A tecnologia transformou nosso dia a dia e, com a educação, não é diferente: a tecnologia educacional é uma ferramenta que nos ajuda a atualizar os mecanismos de ensino. Então, por que não usá-lo?

Veja o post de hoje como os avanços tecnológicos agem a favor de instituições, professores e alunos.

Como a tecnologia educacional está transformando o ensino?
O quadro, as quatro paredes da sala de aula e o professor não são mais suficientes para manter a atenção do aluno hoje.

A tecnologia educacional é uma ferramenta que transformou a troca de experiências entre quem ensina e quem aprende tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Com isso, o ensino é integrado à vida cotidiana através do computador, tablets e até do telefone que temos em mãos o tempo todo.

Com a ajuda desses mecanismos, funcionando como uma extensão da sala de aula, os processos educacionais permanecem atualizados, o acesso a informações de qualidade é facilitado e a autonomia dos alunos é incentivada.

Por meio do conteúdo educacional fornecido on-line, a retomada dos temas trabalhados em sala de aula é intensificada e o fluxo é mais dinâmico. Além disso, alunos e professores têm acesso a materiais de qualquer lugar com acesso à Internet.

Tecnologia educacional como método de ensino

Os avanços tecnológicos devem ser considerados aliados dos processos em qualquer forma de educação. No entanto, isso se torna ainda mais relevante quando falamos sobre metodologias de ensino à distância.

Image result for la tecnologia en la educación

O desenvolvimento e crescimento desse tipo de método trouxe mudanças significativas na maneira de ensinar. É necessário que escolas, universidades e outras instituições de ensino se mantenham atualizadas, incorporando esse tipo de metodologia, seja por meio de programas educacionais e pedagógicos completos e totalmente remotos ou complementares ao que é ensinado em sala de aula, de maneira híbrida. .

As vantagens são numerosas: é possível compartilhar conhecimento mais rapidamente e levá-lo a qualquer lugar; A conveniência do acesso remoto é mais prática para alunos e professores; O ritmo da aprendizagem individual é respeitado.

Como posso incluir tecnologia educacional em minha instituição de ensino?
Separar a tecnologia dos métodos de aprendizado não é mais uma opção tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Isso faz parte da vida da geração atual e deve ser trabalhado em favor da aprendizagem.

É essencial entender a tecnologia educacional como uma ferramenta para o ensino, um benefício adicional para a educação que, junto a conteúdos pedagógicos de qualidade e bons profissionais, melhora a distribuição do conhecimento e faz o aluno ir ainda mais longe na sua aprendizagem .

Image result for la tecnologia en la educación

Para trazer esse tipo de método à realidade de sua instituição de ensino, procure alianças e plataformas apropriadas, que ofereçam todo o apoio e tornem a tecnologia educacional sua aliada no processo de ensino.

A tecnologia ajuda professores e alunos em seu trabalho diário há várias décadas, durante vários anos tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Como exemplos específicos, podemos abordar a revisão do papel de elementos como o computador, a impressora ou o projetor (para citar alguns) na tarefa acadêmico No entanto, o aumento da internet e da tecnologia móvel impactou a educação, abrindo as portas para novas maneiras de aproximar os alunos do conhecimento, tornando-o o assunto central do aprendizado.

Essas novas opções na educação se refletem no surgimento de novos produtos e serviços (como quadros eletrônicos, salas de aula virtuais, plataformas interativas etc.) e no desaparecimento de outros (quem não se lembra do Microsoft Encarta?)

É inegável que as tecnologias da informação eliminaram as barreiras de ensino, mas trouxeram desafios novos e desafiadores, entre os quais podemos encontrar:

A necessidade de treinamento de professores para o gerenciamento adequado de ferramentas.
O fortalecimento do conteúdo acadêmico dos currículos, a fim de aproveitar esses recursos, a fim de proporcionar uma melhor educação tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
A supervisão do conteúdo ao qual os alunos têm acesso na sala de aula.
Para isso, devemos acrescentar o mencionado pelo Vision Mexico 2020, para quem a conectividade de escolas públicas (menos de 12%) representa um dos maiores obstáculos para implementar as TIC na educação, se somarmos a isso o estudo sobre o uso das TIC na educação na América Latina e no Caribe, realizada pela UNESCO em 2010, onde é mencionado que apenas 2% dos professores no México foram treinados para ensinar disciplinas usando recursos de TIC. Podemos entender a magnitude da área de oportunidade que se apresenta.

Felizmente, hoje existem bases constitucionais e legais, como a reforma educacional e de telecomunicações, que abrem o caminho para participar ativamente da transformação da educação através do uso das TIC.

Será importante validar os produtos, serviços e soluções que emanam de nossa indústria e nos permitir melhorar a experiência dos envolvidos na educação em todos os níveis, transformando a realidade de um país ansioso por gerações mais bem preparadas, capazes de colocá-lo em seu devido lugar.

Image result for la tecnologia en la educación

Geralmente, quando ouvimos a palavra “tecnologia” imediatamente, nossa imaginação nos transporta para um mundo estranho, talvez misterioso, alheio às nossas possibilidades, onde algumas são benéficas e outras, más tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado.
Em resumo, as ciências tecnológicas no campo educacional são mais do que uma maneira de pensar, que se constitui como um novo paradigma, com uma maneira mais agressiva de abordar objetivamente os desafios impostos pela dinâmica do conhecimento na era atual; Portanto, é importante encontrar mecanismos mais eficazes para incorporar sistematicamente as vantagens ou benefícios das informações e conhecimentos que são o produto do avanço científico tecnológico vertiginoso que são disponibilizados aos professores que desejam se adaptar às mudanças e inovações em nossos assuntos atuais e, portanto, interagimos em um mundo de trabalho de maior demanda que nos permite melhorar e alcançar altos níveis de produção e competitividade no processo de ensino-aprendizagem. Mas isso não significa apenas o uso de equipamentos, mas, fundamentalmente, uma mudança de atitude de poder adotar diariamente o hábito de se apropriar dos novos programas que a tecnologia nos oferece.
Nesse contexto, serão divididos vários conteúdos sobre o uso e o desempenho docente como mediador no processo educacional …

ciência, tecnologia e educação
Como fatores de desenvolvimento das nações e tenta responder à pergunta sobre como essas variáveis ​​contribuirão para a transformação da realidade tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. As abordagens apresentadas nesta página fazem parte de uma pesquisa qualitativa baseada em uma revisão teórica cujos resultados indicam que há uma certa possibilidade de construir e alcançar a educação virtual nos próximos anos; isto é, um país interconectado e em funcionamento é vislumbrado através de redes cujos indivíduos seriam treinados e treinados no uso e usufruto da nova tecnologia.

Tecnologia a serviço da eucação

O impacto das novas tecnologias na educação reflete mudanças visíveis e tangíveis no papel dos professores e dos alunos.Em relação a esse modelo, dizemos que os professores são os agentes ativos do ensino, “donos do conhecimento”. tecnologia a serviço da educação A forte expansão das tecnologias em todas as dimensões da vida humana também atingiu o campo da educação e gerou grandes mudanças e potencial, além de novos desafios para os sistemas educacionais tradicionais.

Image result for la tecnologia en la educación


Ou seja, a tecnologia da informação e comunicação é outra ferramenta muito poderosa, a serviço de alunos e professores para obter uma educação de qualidade tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado, cujos objetivos foram estabelecidos antes de decidir incluí-la.

Os professores precisam ter publicações atualizadas, tanto no conteúdo dos programas acadêmicos quanto no tratamento de novas maneiras de abordá-lo, tudo baseado em uma mudança de atitude e descobrindo e investigando a preparação atual com treinamento contínuo para ser capaz de enfrentar de maneira eficaz e prática, usando mecanismos e ferramentas ao seu alcance. Para apoiar esta tarefa, o professor recebe bancos de informações construídos com base nos currículos do SEP. Esses bancos relacionam conceitos pedagógicos e não apenas de livros e documentos, mas também de vídeos, imagens e páginas da Web. Em sua coleção, a biblioteca digital possui publicações sobre as experiências de alunos e professores em sua prática escolar. É assim que as novas idéias, propostas e sucessos de cada localidade podem ser compartilhadas com a comunidade educacional em todo o país.

Vantagens da tecnologia na educação A tecnologia não é uma atividade educacional em si, mas uma ferramenta ou um meio para alcançar o fim de uma educação de qualidade superior.

“Ninguém educa ninguém, os homens educam um ao outro, mediados por seu mundo.”

Tecnologia em materiais didáticos:
O novo material de ensino para as crianças de hoje, com o surgimento de novos jogos, e uma maior implementação de tecnologia para atrair mais crianças e, é claro, atrair uma quantidade maior de renda, se os jogos forem mais atraentes, as crianças esquecerão gradualmente desse tipo chato de material didático que poderia ser uma história, um jogo com os amigos tcc, monografias, monografias prontas, dissertação de mestrado e tese de doutorado. Os tempos mudam e é necessário verificar se esses jogos eletrônicos de alta popularidade entre crianças e adolescentes constituem um tipo real de material didático, pois saberemos o que nossos filhos ou alunos aprendem seriam capazes de desenvolver de uma maneira positiva. Mas há um fator importante: vício. Na realidade, a maioria dos jogos é programada de tal maneira que, à medida que a criança aumenta sua criatividade, o jogo se torna mais rápido e fácil. Então a criança desenvolverá qualidades, mas à custa de quê? Ficar muito tempo na frente de um computador ou televisão que sem dúvida afetará sua visão. E se algo prejudica sua saúde, dificilmente é um bom tipo de material de ensino. A proposta é criar jogos interativos, não desperdiçar novas tecnologias e criar um novo tipo de material didático, que integre diferentes elementos visuais e sonoros. Dessa maneira, as crianças podem desenvolver habilidades diferentes, ajudadas pela tecnologia e pelos novos tempos. Aqui está a necessidade de voltar às raízes e propor um tipo de material didático com acesso a todos, para que a comunidade possa ver como as crianças que compõem a sociedade crescem de maneira saudável e, assim, podem ajudar a formar uma nação melhor, Alguém que se preocupa com o tipo de material de ensino que entrega para as gerações futuras.

Image result for la tecnologia en la educación

Tecnologia e desempenho no ensino:
A relação entre o papel do professor no ensino e a tecnologia educacional nos permite apreciar como as sociedades de hoje têm novas percepções da realidade. Portanto, o professor deve estudar o aluno e seu contexto para entender como ele pode criar um processo educacional eficaz, onde ele alcança a comunicabilidade. A Tecnologia educacional nos ajuda a entender a importância de analisar o processo de ensino-aprendizagem como um sistema e revisar cada parte deste sistema para criar feedback, o que nos permite melhorar nosso desempenho no ensino todos os dias. Na “sociedade do conhecimento”, na “sociedade da informação” e na
No paradigma pós-moderno, o professor deve promover a participação do aluno para que ele possa entender, de uma posição crítica e reflexiva (em um mundo cheio de informações) como ele pode usar esses recursos tecnológicos inovadores e como ele pode adquirir e aprimorar seus conhecimentos. . A tecnologia educacional nos ajuda a conceber a necessidade de perceber o ato educativo e o contexto que o rodeia para obter um melhor desempenho no ensino e, é claro, promover uma educação mais apropriada ao contexto

Hoje, a tecnologia na educação é um tópico muito amplo e interessante, principalmente porque os avanços na tecnologia e na velocidade da informação estão aumentando.

O professor precisa estar muito atualizado com a tecnologia por várias razões, uma das quais é porque os alunos estão sempre procurando e atualizados dia a dia com os mais recentes avanços tecnológicos e o professor não pode ser deixado para trás.

Além disso, a velocidade com que as informações chegam globalmente, que é praticamente instantânea, permite que professores e alunos acessem os principais avanços e informações tecnológicas.

A combinação dos dois elementos significa que a obtenção de informações utiliza ferramentas tecnológicas cada vez mais avançadas, eficientes e que, por sua vez, influenciam a educação em geral. Uma das ferramentas que é cada vez mais útil e de maior influência na educação como elemento informativo é a Internet.

A Internet pode influenciar positiva e negativamente o aluno e é missão de todo educador orientar e orientar o uso dela. Também é responsabilidade dos pais e representantes como educadores monitorar, orientar e orientar o uso adequado da Internet para seus filhos, para que eles a utilizem da maneira mais positiva possível e contribuam para alimentar sua educação.

Uso da Tecnologia na Educação
O uso da tecnologia nas salas de aula da educação atual é de suma importância nos processos criativos e de pesquisa, especialmente quando os alunos podem dar suas opiniões livremente, pesquisar de acordo com seus próprios interesses e compartilhar suas experiências. No entanto, a tecnologia não é mágica: não resolve nenhum problema educacional por si só, seja em termos de objetivos ou na definição de metodologia de ensino. Como ferramenta de trabalho, a tecnologia pode servir a muitos propósitos, alguns mais nobres que outros. Talvez a coisa mais importante a considerar nas salas de aula seja construir auto-estima, confiança no trabalho coletivo e julgamento crítico, porque o importante no processo educacional são as mudanças nas disciplinas.